BIO: Quem é Hudson Malta

image As artes tradicionais e digitais sempre foram muito presentes em minha vida, desde o início.Sou feliz e grato por fazer parte de uma linda família de criativos (vivemos pelo desenho, pintura, música, artesania, escrita e, claro, fotografia). Adoramos inventar coisas, o tempo todo.

Descobri o desenho e a pintura muito cedo, ainda criança, por conta da influência paterna. Neste período, ainda molequinho (´78), comecei a aprender os segredos da eletrônica. Comecei a conhecer também os quadrinhos, principalmente dos desenhistas nacionais. Nutria fascinação pelos traços de Watson Portela, Shimamoto, Flavio Colin e tantos outros mestres. Logo vieram Stan Lee, Jack Kirby, Frank Miller, Will Eisner e um mundo de descobertas. Mais tarde, na adolescência (a partir de ´85), tive forte contato com a serigrafia e a fotografia, enquanto a eletrônica me levava à programação de computadores. Em paralelo, desenhava sem parar.

A partir daí mergulhei fundo no universo digital, tanto no desenvolvimento de sistemas profissionais como no design, que sempre fez parte da minha vida em diversos níveis, lado-a-lado à arte convencional, que nunca parou de ser produzida. Depois, já quase pai (2000), veio a composição musical instrumental, que perdura como um queridíssimo hobby que me ajuda a exercitar essa coisa de "contar histórias sem usar palavras", elemento-chave na comunicação através de imagens. Finalmente, tudo se misturou em uma coisa só. Em 2006, assumo a fotografia como meu "próximo sentido da vida". E estou assim até hoje.

Da experiência profissional adquirida em mais de 30 anos imerso na criação arte e soluções digitais surgiu meu domínio do universo gráfico digital. Mas apesar de tantas atividades diferentes, o lápis e o papel sempre andaram em paralelo a cada momento. Dessa mistura de expressão, criatividade, luz, sombra, cor, notas musicais, bits e bytes que trago desde cedo na cabeça surgiu a facilidade em entender a convergência que vivemos hoje. Para mim não importa se a ferramenta é de aço-madeira-e-papel ou de circuitos-e-códigos, o que vale é a expressão que sai daí. Nada disso foi forçado, este processo sempre foi sincero e incentivado pela família, e ainda está em pleno andamento. E como cimento para tantos tijolos reside o estudo. Muito, muito estudo.

Num certo ponto deste caminho natural percebi que a fotografia funcionava como uma extensão dos meus dons primários, fortemente baseados na simplicidade do desenho artístico à mão-livre. O caminho até a fotografia digital seria mesmo inevitável, pois tudo que eu conhecia - e tanto prezava - se misturava nela!

Com os conceitos que aprendi nestas décadas de criação procuro expor nas minhas imagens uma comunicação que permita a transmissão efetiva de idéias, o que acredito ser a função básica de qualquer arte. Assim, misturando conhecimentos de várias técnicas e artes, tento chegar à uma linguagem cada vez mais própria, uma "assinatura artistica pessoal" em cada um dos meus meios de expressão. Na fotografia levo uma paixão especial pela interação calculada entre os elementos, o contraste entre as ideias e a preferência por temas e pontos de vista não óbvios, muitas vezes de conceituação ou realização difícil, até mesmo experimental.

Vejo tudo isso como um caldeirão de muitos temperos que sempre ferveu mas nunca fica pronto, aquele clássico "melting pot" que nunca atinge a homogeneidade. E sabe-se lá o que estarei fazendo amanhã...

Prêmios, títulos, expos e outros


Exposição do 1º Prêmio Latinoamericano de Fotografia / 2013, Caracas, Venezuela / MACC - Museu de Arte Contemporanea de Caracas / Exposição organizada pelo Centro Latinoamericano de Fotografia, Buenos Aires, Argentina

Publicidade e arte na produção de fotografia esportiva / 2012, Nova Friburo, RJ / Universidade Estácio de Sá / Campus da Escola de Comunicação de Nova Friburgo/RJ / Palestra aberta aos alunos e professores do campus

1º Prêmio Latinoamericano de Fotografia / 2012, Buenos Aires, Argentina / Centro Latinoamericano de Fotografia / 3º lugar na categoria "Fotojornalismo"
Livro "O Rio Pedala" - Hudson Malta & Claudio Santos / 2012, Rio de Janeiro, RJ / Amplifica Comunicação / Livro-documentário que narra a trajetória do ciclismo no estado do Rio de Janeiro, condensando 4 anos de trabalho fotográfico e jornalístico.

Masters Cup - International Color Awards / 2011, Londres, Reino Unido / Duas fotografias "Nominee" na categoria "Abstract - Professional"

The Everyman Photo Contest 2011 / 2011, USA / Integrante do corpo internacional de jurados

Exposição "66ª Corrida Ciclística de São Salvador" / 2010, Campos, RJ / Fundação de Esportes de Camposdos Goytacazes / Exposição individual permanente com 20 imagens

Livro "Bicicleta: a cara do Rio" - Claudio Santos, José Lobo & Julio Lopes / 2010, Rio de Janeiro/RJ / Editora Réptil / Cessão de fotografias para publicação

Masters Cup - International Color Awards / 2010, Londres, Reino Unido / 4 fotografias "Nominee" em 3 categorias profissionais ("Sport" - 2 fotografias, "Abstract" - 1 fotografia e "Photojournalism" - 1 fotografia)

Exposição "O Ciclismo no RJ" / 2009, Niterói/RJ / Federação de Ciclismo do RJ / Exposição individual com 40 fotografias

The Everyman Photo Contest 2009 / 2009, USA / Integrante do corpo internacional de jurados

Masters Cup - International Color Awards / 2008, Londres, Reino Unido / 1 fotografia "Nominee" na categoria "Abstract - Professional"

Concurso Fotográfico da Fundação SOS Mata Atlântica - 4ª edição/2008 / 2008, São Paulo/SP / 6º lugar

1ª ECOFOTO: Documenta Fotográfica da Escola de Comunicação - UFRJ / 2008, Rio de Janeiro/RJ / Campus da Escola de Comunicação da UFRJ (Urca) / Participante da mostra coletiva com 3 fotografias

Exposição Viva a Mata 2008 - Fundação SOS Mata Atlântica / 2007, Parque do Ibirapuera, São Paulo/SP / Participante da mostra nacional coletiva com 4 fotografias

Campagnolo Bora Art Contest / 2008, Vicenza, Itália / Concurso internacional de design promovido pela empresa italiana Campagnolo / 1º lugar

The Everyman Photo Contest / 2007, USA / 2 Menções Honrosas (categorias "People" e "Nature")

Concurso Fotográfico da Fundação SOS Mata Atlântica - 3ª edição/2007 / 2007, São Paulo/SP / 1º , 7º e 10º lugares

Exposição Fotográfica "Mata Atlântica: Microfauna" / 2007, Rio de Janeiro,RJ / Campus da Escola de Comunicação da UFRJ (Urca), Galeria Vitrine / ECOS DA CIÊNCIA - Colóquio de Comunicação e Ciência da UFRJ / Exposição individual com 30 fotografias, que agora fazem parte do acervo artístico da instituição.

Shell/BBC Wildlife Photographer Of The Year / 2007, Londres, Reino Unido / 5 fotografias semi-finalistas

Festimage - Festival Internacional da Imagem / 2007, Chaves, Portugal / Participante da mostra coletiva com 1 fotografia

Masters Cup - International Color Awards / 2007, Londres, Reino Unido / 2 fotografias "Nominee" nas categorias "Nature" e "Photojournalism"

5º Concurso Fotográfico Leica - Consigo - Revista Fotografe Melhor / 2007, São Paulo/SP / Menção Honrosa - Categoria "Cor"

Concurso Fotográfico da Fundação SOS Mata Atlântica - 2ª edição/2006 / 2006, São Paulo/SP / Vice-campeão

Salão Internacional de Humor/ Piracicaba / 2006, Piracicaba/SP / Finalista, selecionado para a mostra / Participação no livro comemorativo com 2 desenhos (Categoria Cartoon)

Salão Internacional de Humor/ Piracicaba / 2005, Piracicaba/SP /Finalista, selecionado para a mostra / Participação no livro comemorativo com 1 desenho (Categoria Cartoon)


Se você gostou deste artigo e quer receber novidades diretamente em seu e-mail, assine nossa newsletter e fique atualizado!